3 tipos de choque após trauma

3 tipos de choque após trauma
26 de novembro de 2018 Marketing
Em Sem categoria

O choque é a condição que mais mata o paciente traumatizado, porém, é preciso saber diferenciar cada um dos tipos existentes, para saber também como o socorrista deve lidar,como apresentaremos a seguir.

 

  1. Choque Hipovolêmico Hemorrágico

 

Considerando a composição do coração + vasos + sangue, qualquer comprometimento em algum deles vai causar problemas na circulação e levar ao estado de má perfusão, de maneira com que o paciente possa estar sangrando tanto internamente, quanto externamente. O socorrista nesse caso, deve identificar de onde vem o sangramento.

 

  1. Choque Neurogênico

A circulação pode ser comprometida também caso algo afete diretamente os vasos sanguíneos, o que é chamado de Choque Neurogênico, uma ramificação do Choque Vasogênico. Como exemplo, se a vítima sofre trauma raquimedular em local específico, ocorre um comprometimento do tônus vascular. O sistema nervoso autônomo simpático mantém o vaso semi contraído e havendo o trauma raquimedular, afeta todo esse sistema. Assim, os vasos se dilatam e aumenta o espaço que o sangue precisa ocupar, gerando esse estado de hipotensão.

 

  1. Choque cardiogênico

O bombeamento de sangue pode ser prejudicado pelo músculo cardíaco ou pelo pneumotórax hipertensivo com acúmulo de ar no espaço pleural, causando uma obstrução externa ao coração, como o choque cardiogênico. Ele representa ⅔ dos casos e o socorrista deve se preocupar em manter a pessoa viva dando suporte às funções vitais, restabelecer a perfusão e tratar o infarto. O tratamento de escolha, portanto, é a angioplastia primária.

 

O paciente traumatizado de maneira grave pode ter uma grande quantidade de lesões. Dê o seu melhor em cada caso.